Uma jornada pode ser longa em tempo e curta em espaço, as fugas ao Egipto, agora tão em voga, assim costumam ser.Por outro lado o deserto que medeia o ponto de partida e a terra prometida, faz sempre penar as horas e torna o esvoaçar do tempo pouco célere, antes penoso e curvilíneo em vez de reto!

 Se esperas pouco, não contes com muito, por isso, não amarres as expetativas nem os sonhos para que o teu alforge não fique à míngua e antes transborde com o despojo.

 Uma coisa sei, da vida nada levo, ou antes, só levo o que deixo plantado nas vidas dos outros, só esses frutos são perenes e permanecem.
 Tenho encontrado pessoas que plantam sem saber e outras que vão colher sem contar.Agradeço aos tais e a eles quero pertencer.

 Li num lugar "suspeito" que todos podemos ser génios, concordo, podemos não ser um génio para todos mas, se o formos para alguns, não teremos passado por aqui em vão...
 Por isso, aos que me inspiram, aos que plantam, aos que regam e aos que colhem, o meu profundo e sentido...obrigado!

1 comentários:

Enviar um comentário

Com tecnologia do Blogger.
Loading...

Porto de Mós

Porto de Mós
A "minha" praia e a minha foto!

Sobre Mim

A minha foto
Não pretendo falar muito de mim, vou deixar que as palavras falem e, consequentemente os atos!


Para quem procura, para quem encontra, para quem cai, para quem se levanta...

Não sei o que me leva, nem o que me traz, sei simplesmente que urge, não fazer o que me apraz!

Muitas vezes sou levado pelos impetos do imediato, da satisfação momentânea do devaneio, sem atribuir às consequências qualquer peso de uma consciência obesa.

Diz-se,"ano novo,vida nova", se espero por um dia igual aos outros, para pensar em alterar uma vida desregulada, sinto que defraudo quem acredita, decide e age todos os dias... vou tentar sair da lama e mudar, vou tentar hoje, o amanhã não me pertence...

A quem bate... quem procura...

A quem bate... quem procura...
...se abre, encontra...

Followers